web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Finanças ameaçam idosa com penhoras por dívida que já não existe. Mas a idosa já morreu.

Share on Pinterest

As Finanças estão a ameaçar uma idosa com penhoras, por alegadas dívidas, há quatro anos, sem o conseguirem. A senhora morreu há quatro anos.

O caso é reportado pelo Jornal de Notícias, que salienta que as ameaças de penhora da Autoridade Tributária (AT) continuam a chegar todos os meses, apesar de a idosa já ter falecido há quatro anos.

O diário reporta que os emails com as notificações do Fisco são enviados para o neto da senhora, que seria responsável por lhe preencher e entregar o IRS, tendo os seus dados pessoais associados ao perfil da idosa no portal da AT.

Num desses emails, citado pelo JN, constará que “da consulta ao sistema informático da AT foi detectada a existência de dívidas relativamente reduzidas, resultantes do não pagamento dessas importâncias, dentro do prazo legal”, justificando assim as ameaças de penhora.

A família da idosa alega que a senhora não pode ter contraído as dívidas de que a acusam e já foi ao balcão das Finanças por mais de uma vez, apresentando a certifidão de óbito. Todavia, relata o JN, o caso continua sem resolver.

Os funcionários da AT terão garantido aos familiares da senhora falecida que se trataria de “um erro informático e que a situação seria corrigida imediatamente”, mas após cinco idas às Finanças, os emails com ameaças de penhora continuam a chegar.

 

Fonte: ZAP

Share on Pinterest
04/12/2016
Compartilhe no Facebook