web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

A carga fiscal em Portugal é hoje mais elevada do que no período de intervenção da “troika”


Durante a intervenção da troika as coisas pareciam muito más em termos da crise que se vivia. Mas, anos mais tarde, parece que estamos melhor. Mas se calhar não estamos.

Pelo menos no que toca à carga fiscal, que hoje é maior do que no tempo da “troika”. Quem o diz e confirma é o jornal Poligrafo que fez uma análise a várias imagens que circulavam nas redes sociais sobre esta matéria, como por exemplo esta:

“De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE), publicados no boletim de Estatísticas das Receitas Fiscais de 13 de maio de 2019, “a carga fiscal aumentou 6,5% em termos nominais, atingindo 71,4 mil milhões de euros, o que corresponde a 35,4% do PIB” em 2018 (em 2017 cifrou-se em 34,4% do PIB)”, afirmou o jornal.

No período em que a “troika” teve intervenção em Portugal, ”entre 2011 e 2014, a carga fiscal variou entre um mínimo de 31,8% do PIB em 2012 e um nível máximo de 34,3% em 2014”.

Pelo que efetivamente a carga fiscal continua a subir nos últimos dois anos consecutivos e é das maiores dos últimos anos, incluindo os anos em que a “troika” esteve em Portugal.


08/02/2020
Compartilhe no Facebook