web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

“A maioria dos Portugueses sente que vive numa nação corrupta”


“A MAIORIA DOS PORTUGUESES SENTE QUE VIVE NUMA NAÇÃO CORRUPTA. DEPOIS DESTE RELATÓRIO PODEM TER A CERTEZA”

Joana Amaral Dias

 

Foi feita uma auditoria à Caixa Geral de Depósitos de 2000-2015. Contudo, a Caixa tem-se recusado a entregar na assembleia da república o respectivo relatório. Entretanto, alguém que prefere ficar anónimo fez de mim fiel depositária desses dados que ontem partilhei. E a conclusão que se tira é que esses anos não são de gestão danosa. São um crime contra o país, uma traição à pátria.

Os jorros de dinheiro ofertados aos amigos sem V de volta, a fundo perdido, são mais que muitos. Créditos de elevadíssimo risco, injustificados e contra todos os pareceres, remunerações às cúpulas e aos gestores absurdas e desligadas dos resultados. É o pior que vocês podem imaginar e que está a ser pago por nós, por cada um de nós, com língua de palmo.

A Procuradoria-Geral da República investiga há dois anos mas não tem arguidos constituídos. Dizem que a lista com os 100 maiores devedores do banco estatal, com créditos em incumprimento cujo valor ascende a cerca de 2,5 mil milhões de euros, é considerada fulcral para a investigação mas ela aí está- nomeadamente o grupo Artlant (fábrica da ex-La Seda em Sines), a Acuinova (aquacultura da Pescanova em Mira), Vale do Lobo, o grupo Efacec e várias sociedades do Grupo Espírito Santo.

Assiste ao vídeo aqui:

 

 

Via Portugal Glorioso


17/03/2019
Compartilhe no Facebook