web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Acabaram-se as palhinhas de plástico. Agora são palhinhas de massa e é uma invenção Portuguesa!


Os portugueses estão mais uma vez a dar cartas com uma atitude positiva perante o ambiente.

Existem várias alternativas às palhinhas: bambu, titânio, vidro, etc. Mas agora uma equipa Portuguesa tem mais uma alternativa: palhinhas de massa.

“Pode-se beber e depois fazer um macarrão”, diz Luís Barroca Monteiro, 41 anos, um dos fundadores da marca, ao jornal

Luís conta que foi há cinco anos que, depois de ser alertado pela esposa, começou a desenvolver uma preocupação com o ambiente. Uniu-se ao sócio, Luís Mateus, de 47 anos, e começaram a tratar de construir a ideia à volta das palhinhas de massa.
“Encontrámos um fornecedor em Itália e encomendámos as primeiras amostras, que foram testadas em várias bebidas, em cafés e restaurantes de amigos”, explica Luís Barroca Monteiro.

A resposta foi muito positiva. A palhinha não deixa qualquer sabor e dura “à vontade uma hora” até “ficar um pouco mole”. Mas pode durar mais. A palhinha pode depois ser deitada ao lixo ou, melhor ainda, juntar algumas e cozer para uma refeição.

A marca já está a vender as palhinhas para cafés e restaurantes bem como hotéis. Podes ainda visitar o site da marca e adquirir a tua palhinha, num conjunto de 30 unidades por 6 euros.


08/02/2019
Compartilhe no Facebook