web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Banqueiro chinês condenado à morte por crimes de corrupção


Parece que por cá as coisas são muito brandas. Lá fora eles não brincam.

Há uma lei na China que permite condenar banqueiros por corrupção. E essa lei é bem mais punitiva do que em Portugal.

aqui falámos dessa lei, onde “o Tribunal Popular Supremo da China e os Promotores Estaduais instituiram uma lei que dá a Pena de Morte para os líderes corruptos que paguem ou recebam subornos superiores à de US$463.000 Dólares; para valores inferiores as sanções serão outras”.

E parece que essa lei está agora a ser usada.

O ex-presidente do Hengfgeng Bank foi considerado culpado pelo desvio de 99 milhões de euros.

Além disso, recebeu subornos e destruiu documentos financeiros importantes.

De acordo com a Bloomberg, citada pelo Publico, “Jiang Xiyun foi condenado pelo crime de peculato, após ter transferido acções do banco para a sua conta pessoal entre 2008 e 2013. De acordo com o veredicto do Tribunal Popular Intermédio de Yantai, cidade do norte da província de Shandong, o banqueiro terá ainda recebido subornos em conjunto com outro banqueiro no valor de aproximadamente 7,64 milhões de euros”.

O banco em questão foi alvo de um resgate financeiro do Governo Chinês tal como muitos bancos Portugueses o foram. Mas o desfecho aqui foi diferente.

O Tribunal Popular deu como provado que Jiang Xiyun ordenou que fossem destruídos registos financeiros da instituição.

A pena tem caráter provisório durante dois anos, pelo que o ex-banqueiro não vai “morrer já”. E pode ainda ser comutada a uma sentença de prisão perpétua se o ex-banqueiro mostrar um bom comportamento no período de dois anos.


02/01/2020
Compartilhe no Facebook