web analytics
Compartilhe no Facebook

Câmara de Lisboa gasta 57 mil euros em 30 mil cartolas para celebrar fim de ano

São 15 mil vermelhas, outras tantas pretas: Empresa Municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural de Lisboa pagou 57 mil euros em 30 mil cartolas para a passagem de ano na Praça do Comércio.

A EGEAC (Empresa Municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural de Lisboa) terá gasto 46.500 euros, mais IVA, num total de 57 mil euros, na compra de 30 mil cartolas para a passagem de ano na Praça do Comércio. A notícia é avançada esta terça-feira pelo jornal i, que especifica a opção de 15 mil vermelhas e outras tantas pretas.

A compra das 30 mil “cartolas pouco brilhantes” encontra-se disponível no portal de contratação pública Base.gov e é mais uma das surpresas (neste caso, e até agora, não anunciada em termos públicos) da festa que arranca às 22 horas e que contará com as participações de Marta Ren & The Groovelvets, Capitão Fausto, Beatbombers (Stereossauro e DJ Ride), Ana Bacalhau, Lena d’Água, Xana ou Samuel Úria, entre outros.

É também possível ver no Base.gov que o espetáculo multimédia de vertente “piromusical”, com a duração de 12 minutos, terá o custo de 74 mil euros sem IVA, ao passo que o “serviço de equipamentos, montagem e projeção de vídeo” ficará por 27.980 euros (sem IVA).

Também ao i, João Gonçalves Pereira, vereador do CDS-PP, mostrou-se indignado com os custos agora revelados. “Estes gastos são imorais, principalmente quando se diz que não há dinheiro para os bairros sociais, creches ou programas de apoio a idosos. O CDS não tem nada contra a organização de uma festa de passagem de ano mas não pode pactuar com despesismos e tiques de novo-riquismo”, comentou.

Fonte: Observador

Deixe um comentário