web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Christine Lagarde, directoda do FMI, vai ser julgada por fraude de milhões

Share on Pinterest
A diretora executiva do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, será julgada em França, a partir de 12 de dezembro, por ter agido de forma fraudulenta na sua qualidade de ministra das Finanças na gestão de uma indemnização ao empresário Bernard Tapie o que originou um prejuízo de 404 milhões ao Estado francês.

O anúncio do julgamento foi feito pelo Supremo Tribunal francês, o único no país habilitado para julgar membros do governo pelo exercício das suas funções, que precisou igualmente que o julgamento durará vários dias.

Recurso à arbitragem

O Tribunal de Cassação tinha decidido anular a arbitragem decretada por Lagarde quando era ministra do ex-presidente da República, Nicolas Sarkozy para resolver o contencioso entre o Estado francês e Bernard Tapie pela venda da Adidas, em 1994, ao banco Crédit Lyonnais, que nessa altura era uma instituição pública.

Na sequência dessa arbitragem, o Estado teve de indemnizar Tapie, um empresário próximo do círculo de Sarkozy, em 404 milhões de euros, com o argumento de que o Crédit Lyonnais tinha conseguido um lucro exagerado graças à Adidas.

Christine Lagarde, que foi ministra das Finanças entre 2007 e 2011 e que iniciou em julho o seu segundo mandato à frente do FMI, foi acusada por se ter considerado que agiu de forma negligente ao recorrer à arbitragem, o que beneficiou Tapie, em vez de deixar a justiça comum funcionar.

Refira-se que no passado mês de julho, o Supremo Tribunal francês rejeitou o recurso apresentado pela diretora do FMI tendo confirmado o seu julgamento.

 

Fonte: Esquerda

Share on Pinterest

13/09/2016
Compartilhe no Facebook