web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Estado vai avaliar a pureza da droga no Boom Festival em Idanha-a-Nova

Quem passar pelo Festival de Idanha-a-Nova vai poder recorrer a um serviço para saber a pureza das substâncias que está a consumir. Organização lamenta que notícias associem o evento a drogas.

Os 35 mil visitantes esperados em Idanha-a-Nova para assistir ao Boom Festival poderão recorrer a um serviço de “controlo de droga” no interior do recinto para testar a qualidade das substâncias psicotrópicas e evitar o uso de substâncias adulteradas. O serviço resulta de uma colaboração com o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), segundo noticia o CM [acesso restrito].

O objetivo é garantir “mais segurança e saúde”. Segundo a organização do evento, o espaço chamado Kosmicare irá oferecer aos seus espetadores “suporte a experiências difíceis e intensas”, com uma equipa de 30 voluntários, onde se incluem psicólogos e médicos.

Este espaço nasceu da cooperação com entidades que assumem a sua responsabilidade e missão na prevenção e/ou redução do consumo de substâncias  responsável do Boom Festival em comunicado.

Este serviço de prevenção, que conta com a colaboração da Faculdade de Psicologia da Universidade Católica do Porto, está em funcionamento no festival desde 2002.

O Boom Festival, um festival dedicado à cultura alternativa, tem sido associado ao consumo de estupefacientes. Nos últimos quatro anos o festival registou quatro mortes.

O Boom Festival lamenta continuar a ser insistentemente associado ao consumo de drogas, uma vez que não existe nenhuma evidência que o consumo de substâncias psicoativas legais (onde se inclui o álcool) ou ilícitas seja superior neste evento”, afirma responsável da organização em comunicado.

A edição de 2016 ficou manchada pela morte de duas pessoas, um holandês e um chinês, que se sentiram mal e sofreram uma paragem cardio-respiratória. A organização afirma que a causa dos óbitos não foi divulgada, pelo que  é “irresponsável” afirmar que as mortes foram na sequência de abuso de drogas.

O Boom Festival, que teve a sua primeira edição em 1997, arranca este domingo, dia 22, e termina no dia 29. Em todas as edições é celebrado um tema diferente: este ano será a Geometria Sagrada.

Fonte: Observador


19/07/2018
Compartilhe no Facebook