web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Existem casos em que os presos ganham mais a trabalhar do que os bombeiros


Sabias que os bombeiros, em termos de trabalho, ganham menos por hora do que os reclusos que, por exemplo, limpam praias?

A afirmação, polémica, veio de André Ventura do Chega: “a remuneração dos presos que optam por trabalhar chega a ser muitas vezes superior à de profissões nobres e de serviço público, como é o caso dos bombeiros. Na verdade, os reclusos que limpam praias têm, em alguns casos – como o da praia de Olhão –, remuneração por hora superior ao dos bombeiros que lutam contra incêndios”.

A situação foi analisada pelo Poligrafo que a considerou verdadeira.

De facto, só bombeiros, nomeadamente as equipa que trabalham na extinção de fogos, ganham 50EUR por dia. Esta é a comparticipação atribuída pela Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).
Este valor dá 2,08EUR por hora (50 / 24 = 2,08).
Esta compensação é atribuída aos bombeiros voluntários integrados no Dispositivo de Combate a Incêndio (DECIR) por turnos de 24 horas.

Já os reclusos, através de um protocolo assinado em 2017 entre a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais e a Câmara Municipal de Olhão, recebem 25,69EUR por dia para limpeza de praia, como aconteceu em maio na localidade de Olhão onde cinco reclusos receberam este valor.

Voltámos a dizer que toda a informação foi confirmada pelo Poligrafo, um site de verificação de factos.

É caso para dizer: achas isto justo?!


04/11/2019
Compartilhe no Facebook