web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Geringonça cativou mais despesa do que Passos Coelho


O Governo de António Costa ainda não está no fim nem pouco mais ou menos, mas em três anos cativou mais dinheiro do que nos cinco anos do Governo de Passos Coelho

Cerca de dois mil milhões de vertas do orçamento de estado dos sucessivos anos de governo entre 2016 e 2018 ficaram por executar. No entanto, no tempo de Passos Coelho, Portugal esteve sob ajuda financeira e com cortes muito mais pesados no orçamento. Isto quer dizer que o Governo PS tem sido criado mais cativações de dinheiro sem as usar do que o Governo do PSD.

Os números do Ministério das Finanças, citados pelo Diário de Notícias, mostram que Centeno já cativou mais em três anos de mandato do PS do que nos quase cinco anos da legislatura de Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, entre 2011 e 2015.

Os socialistas deixaram por executar cerca de dois mil milhões de euros, sem que as contas de 2019 estejam fechadas, a um ano do final da legislatura. Durante toda a anterior legislatura, os ministros Vítor Gaspar e Maria Luís Albuquerque deixaram por executar cerca de 1950 milhões de euros, diz a Sábado.

O que são cativações?

O parlamento aprova uma certa quantia para ser gasta. Mas quando não é esta, aquela quantia fica nos “cofres” do Governo podendo ser depois gasta noutras coisas que não estão necessariamente adjudicadas.

As cativações são usadas para manter o défice a um nivela aceitável, como diz o E-Konomista que explica o que é uma cativação: “a cativação de verbas foi a estratégia de controlo orçamental adoptada pelo Governo para manter o défice abaixo das metas definidas com a União Europeia (EU)”.

 


19/11/2018
Compartilhe no Facebook