web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Homem que ameaçou de morte a mulher com motosserra durante um ano fica em liberdade


“Vai ser esta noite, vou-te pôr às postas como se põe um cação”, ameaçou o homem. Depois de julgado, saiu com pena suspensa.

Ameaçou-a com uma faca e uma motosserra antes de, no final de um ano, lhe ter proferido aquelas palavras. Foi condenado pelo Tribunal Judicial de Guimarães a uma pena suspensa de quatro anos e três meses. Além disso, nos próximos quatro anos, não se pode aproximar da vítima sendo fiscalizado por meios eletrónicos de controlo à distância.

Além das ameaças, existiam injúrias constantes.

Casaram em 1988 e ao fim de trinta anos de casamento tudo mudou: em setembro de 2017, o homem “começou a ser ciumento e agressivo” com a esposa. Em resultado, passou a haver discussões entre o casal “diariamente”, diz o acórdão citado pelo Sol e consultado pela Lusa.

Mas a 6 de julho de 2018 tudo piorou. Disse-lhe que “vai ser esta noite, vou-te pôr às postas como se põe um cação” e obrigou-a a dormir na mesma cama que ele… e a motosserra. Na manhã seguinte o homem golpeou as portas do quarto e da casa de ganho e ferio o companheiro da filha do casal.

O homem já tinha sido condenado em 2010 por um crime de violência doméstica em França e no julgamento, aqui em Portugal, não mostrou qualquer arrependimento.

Para a sanção ter sido de pena suspensa o tribunal pura e simplesmente pesou o facto do homem querer reorganizar a vida longe da esposa, noutra localidade.


20/06/2019
Compartilhe no Facebook