web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Jovem ficou em coma devido a doença nos pulmões. Fumava cigarros eletrónicos há três anos.


Ela apanhou uma doença pulmonar que os médicos relacionaram com a utilização de cigarros eletrónicos.

A jovem foi colocada em coma pelos médicos. Antes disso, Maddie Nelson de 18 anos tinha fumado cigarros eletrónicos todos os dias durante os últimos três anos e sofria de dores nos rins, febre e dificuldades respiratórias.

Ela disse que não sabe por quanto tempo vai ter que ser monitorizada pois não existem estudos para verificar o impacto a longo termo do uso dos cigarros eletrónicos.

“Estou a partilhar a minha história para que todos saibam que há algo de louco nessas canetas que não é seguro e que quase me custou a vida”, escreveu nas redes sociais.

Teve duas broncoscopias no início de agosto e depois de análises os médicos chegaram à conclusão que sofria de pneumonia eosinofílica aguda. Esta é uma doença pulmonar que é causada pela acumulação de eosinófilos, um tipo de glóbulos brancos, nos pulmões. Depois de analisada a vida de Maddie Nelson concluíram que a causa podiam muito bem ser os cigarros eletrónicos, que ela fumava todos os dias durante os últimos três anos.

A notícia teve cobertura mundial, e chegou mesmo a Portugal.

Os médicos esperam que ela recupere ao longo do tempo e está neste momento a fazer uma recuperação brilhante depois de lhe terem sido administrados esteroides para combater a inflamação nos pulmões.

Esta é uma notícia que vem colocar em causa todos os métodos “alternativos” para fumar. Os maços de tabaco dizem que fumar mata. Mas os cigarros eletrónicos estarão muito longe disso?


03/09/2019
Compartilhe no Facebook