web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Mário Centeno investigado por recebimento indevido de vantagem

O Ministro das Finanças, Mário Centeno, está a ser investigado por suspeitas de ter cometido um crime que é punível com pena de prisão até cinco anos.

O Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa procedeu a buscas no Ministério das Finanças, na sexta-feira. Do mandado constava a investigação ao crime de recebimento indevido de vantagem, adianta a edição eletrónica do jornal “Expresso”.

O mesmo tipo de delito investigado com as viagens oferecidas pela Galp ao Euro2016 e que motivou saídas do Governo de António Costa. Um crime punível com pena de prisão até cinco anos.

O Ministério Público pretende saber se há alguma relação entre um pedido de bilhetes para um jogo no Estádio da Luz e um alegado pedido de Luís Filipe Vieira, antes, para ajudar o filho do presidente do Benfica a obter isenção de IMI para um empreendimento imobiliário em Lisboa.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou, sábado as buscas, realizadas “para recolha documental” no Ministério das Finanças, num inquérito que “não tem arguidos constituídos e está em segredo de justiça”.

“Confirma-se a realização de buscas para recolha de prova documental no âmbito de um inquérito em investigação no DIAP de Lisboa. O inquérito não tem arguidos constituídos e está em segredo de justiça”, disse à agência Lusa fonte oficial da PGR.

Fonte do ministério já tinha confirmado igualmente “a realização de ações inspetivas”, garantiu ter havido colaboração “de forma franca”, colocando “à disposição das autoridades judiciárias todos os elementos solicitados”.

O executivo não revela o motivo das “ações inspetivas”, “respeitando o segredo de Justiça”, ainda segundo a mesma fonte.~

Fonte: Expresso


29/01/2018
Compartilhe no Facebook