web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Menina com Trissomia 21 adotada por pai solteiro após ser abandonada pela mãe e rejeitada por cerca de 20 famílias


Uma história que está a comover a Internet tem marcado a forma como vemos as diferenças dos outros, ou neste caso, as indiferenças dos outros.

Abandonada pela mãe com e rejeitada por mais de vinte famílias antes de ser adoptada, Alba é uma menina com Trissomia 21 que teve a sorte que poucas podem ter.

Depois do abandono e de famílias a terem recusado, conheceu Luca Trapanese, com 41 anos, que sempre teve o sonho de adotar uma criança. Em entrevista á BBC disse na altura que “disseram-me que só me dariam uma criança com uma doença, com incapacidades graves ou com problemas comportamentais”. As leis em Itália para adopção por pessoas solteiras são muito restritas, refere o Independent.

Luca não teve um passado fácil. Depois de ter perdido o seu melhor amigo na luta contra o cancro, o Italiano decidiu mudar a sua vida e dedicar-se a ajudar os outros.

Em julho de 2017 foi-lhe entregue Alba e desde então tem publicado na rede social Instagram várias fotos do que tem feito com a sua filha adoptiva.

Na altura da adopção, disse que “a Alba tem uma personalidade muito forte e consegue ser teimosa, às vezes. Ela adora estar com outras pessoas, por isso levo-a a passear pelo parque, vamos a museus, às vezes até a levo para o trabalho comigo. Ela adora isso. Sinto-me orgulhoso por ser pai dela. A Alba nunca foi uma segunda opção para mim por ter uma doença. Eu queria mesmo tê-la como minha filha”.

Alba tinha apenas 30 dias e foi abandonada pela mãe. Algo que muitos de nós nunca supomos ser possível…

Embora o caso tenha acontecido em 2017 ainda hoje podemos ver no Instagram do seu pai as fotos e os comentários de uma vida de uma criança que ganhou um novo lar onde tem muito amor.

Podes aceder ao Instagram do pai da Alba aqui.


03/01/2020
Compartilhe no Facebook