web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Ministro da Segurança Social investiu dinheiro da Segurança Social numa empresa privada e perdeu 19 milhões de euros.


Vieira da Silva, ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, terá investido dinheiro em empresa privada que era do estado. As perdas foram de 19 milhões de euros.

O atual Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. José Vieira da Silva, está referenciado num “meme” divulgado recentemente nas redes sociais.

Nele, pode ler-se que “Ministro Vieira da Silva investiu dinheiro da Segurança Social numa empresa privada, perdeu 19 milhões de euros e continua em funções”.

Na mesma imagem pode ainda ler-se “Como é que é possível um ministro socialista ter o poder de investir dinheiro do Fundo da Segurança Social, ou seja, dinheiro das pensões dos contribuintes, perder 19 milhões de euros e continuar em funções, sem que nada aconteça?”

A situação remonta a fevereiro, quando o Correio da Manhã noticiou que que o Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social (FEFSS) tinha perdido 18,6 milhões de euros devido à falência de um dos seus principais investidores, a Finpro. A empresa que faliu estava, curiosamente, no “top” dos devedores da Caixa Geral de Depósitos que perdeu por sua vez 23.8 milhões de euros, por deter 17.2% da empresa.

Tudo isto aconteceu com o investimento iniciado em 2005, quando o Governo era Socialista. Como Ministro de Sócrates, no cargo de ministro do Trabalho e Solidariedade Social, Vieira da Silva foi quem fez o investimento com o objetivo de “diversificar a carteira” do fundo.

Numa auditoria pelo Tribunal de Contas em 2010 este investimento foi classificado como “muito arriscado pela alavancagem associada”, e que o processo não foi “absolutamente transparente numa primeira fase”. A falência da empresa aconteceu anos mais tarde.

A veracidade deste meme foi ainda confirmada pelo Polígrafo.


14/06/2019
Compartilhe no Facebook