web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Morreu o primeiro português a combater o Estado Islâmico

Share on Pinterest

Mário Nunes, o antigo militar da Força Aérea que desertou para lutar contra o Daesh ao lado das Unidades de Proteção Popular (Yekineyen Parastina Gel, ou YPG, em curdo), terá sido executado por elementos do Daesh algures junto à fronteira da Síria, soube o CM junto de fonte próxima da família do português.

O pai, militar da GNR, que foi informado por elementos do grupo do YPG no qual Mário estava incorporado depois de este ser capturado, está a fazer esforços para localizar o corpo de forma a poder resgatá-lo e trazê-lo de volta a Portugal.

O militar desertou em fevereiro do ano passado da base aérea n.º 11 de Beja, viajando incógnito até ao norte da Síria. Juntou-se então às milícias peshmergas que lutam contra o autodenominado Estado Islâmico (Daesh).

 

Fonte: CM

Share on Pinterest

30/05/2016
Compartilhe no Facebook