web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Número de trabalhadores a recibos verdes no Estado aumentou 14,6%

O número de trabalhadores a prestar serviços ao Estado a recibos verdes, em 2017, aumentou 17.728, mais 14,6% do que em 2016.

A Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) divulgou dados relativos ao ano de 2017 que mostram que o número de trabalhadores a prestar serviços precários ao Estado aumentou, relativamente ao ano anterior. Ao todo são 17.728, mais 14.6% do que em 2016.

Este é o número mais elevado desde o de 2013, em que foram identificados 28 mil trabalhadores com esse contrato.

Esta subida nos vínculos precários ocorre numa altura em que está em marcha o plano do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), um plano proposto pelo Governo para a regularização dos vínculos de trabalhadores que prestem funções permanentes nos serviços públicos com mais de 30 mil candidaturas, só na Administração Central.

Ao todo, o PREVPAP recebeu 31 mil pedidos de precários. Para já, foram avaliadas 22 mil candidaturas, sendo que apenas 12 mil foram aprovadas. Os números avançados pela DGAEP incluem os trabalhadores a recibos verdes que se encontram à espera da integração através do PREVPAP, que só estará concluída em 2018.

Cerca de 56% dos trabalhadores têm ligação aos organismos de administração central, com particular incidência no Ministério do Trabalho, chefiado pelo ministro Vieira da Silva, onde 6113 trabalhadores estão a recibos verdes, algo como 61% do total na administração central. Este número representa um acréscimo particularmente relevante devido ao aumento do número de formadores do Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP).

Fonte: Observador


13/07/2018
Compartilhe no Facebook