web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

O impacto do Coronavirus na indústria do jogo


O surto de Coronavirus tem vindo a dominar a opinião pública e a contribuir para algumas decisões institucionais surpreendentes. A epidemia tem gerado o caos na maior parte dos sistemas de saúde da Ásia e da Europa, resultado no cancelamento de diversos eventos, levado à suspensão e limitação da actividade de várias organizações, e até estado na origem de algumas situações caricatas. O ano de 2020 tem sido caracterizado pela expansão da doença, que já resultou na morte de vários cidadãos e que já contagiou doentes em mais de 50 países diferentes. Longe do centro da epidemia, a indústria dos jogos de sorte e azar também sofre com a disseminação do Coronavirus, e alguns anúncios recentes têm abalado a comunidade mundial de jogadores.
O mais recente concerne o King’s Casino, localizado na cidade de Rozvadov, na República Checa. Assim que o primeiro caso de COVID-19 foi confirmado em Praga, os dirigentes do casino anunciaram que o estabelecimento fecharia portas durante um período indeterminado de tempo. No King’s Casino encontra-se a maior sala de poker da Europa, pelo que é possível que a notícia traga consequências avassaladoras para a comunidade mundial de jogadores. Ainda assim, os responsáveis do King’s Casino optaram por colocar a saúde pública em primeiro lugar.
O mesmo aconteceu em Malta, onde se iria realizar a edição de 2020 do popular Malta Poker Championship. Este ano não vai mesmo haver torneio, numa medida que também visa proteger a saúde de todos os cidadãos. O anúncio foi feito através das redes sociais momentos depois do King’s Casino ter confirmado a limitação de todas as actividades.

Jogo em Macau apresenta indícios de retoma

Entretanto, em Macau, a situação parece estar calmamente a voltar ao normal. Depois do surto do Coronavirus ter gerado o pânico na ilha, a Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DCIJ) divulgou números que parecem indicar que as vibrantes instituições de jogo do país estão calmamente a voltar ao activo. Neste momento, a DCIJ estima que cerca de 46% das salas de jogo da ilha se encontrem abertas ao público, contabilizando-se um total de 3 mil mesas de jogo em operação. Uma situação dramaticamente diferente daquela que se verificou no início do mês de Fevereiro, em que houve uma suspensão quase total da exploração do jogo em Macau. Numa região como Macau, onde a indústria do jogo impera sobre a economia e atrai todos os anos milhares de turistas estrangeiros, as consequências financeiras causadas pelo impacto do COVID-19 podem revelar-se desastrosas.

O apelo à actividade remota

Em tempos de grande instabilidade pública, acções que visam a actividade remota parecem estar em voga. As principais empresas tecnológicas têm optado por manter os seus escritórios fechados, permitindo que os seus trabalhadores operem a partir de casa. Uma medida tão geralmente adoptada que tem sido suficiente para gerar o caos nos servidores do Slack. O Slack é um programa de mensagens privadas destinado a funcionar como um espaço de trabalho virtual, e que tem sido acedido por um número extraordinário de utilizadores ao longo dos últimos 2 meses. O mesmo tem vindo a acontecer com outros programas que oferecem um serviço semelhante ao do Slack.
Mas no meio de todo o caos gerado pelo surto de COVID-19, uma indústria em particular tem vindo a apresentar bons resultados. Com os casinos fechados, os jogadores mais ávidos têm vindo a recorrer aos casinos online, onde dão continuidade às suas apostas a partir do conforto de casa. Em Portugal existem diversos operadores que disponibilizam casinos virtuais, como acontece com o casino em 888. Num momento em que a epidemia do Coronavirus já ameaça o habitual funcionamento da sociedade moderna, as razões para jogar em casinos online parecem ganhar cada vez mais força.

Vantagens de jogar através da Internet

Para além da clara possibilidade de escapar aos perigos do Coronavirus, os jogadores de casinos online possuem diversas vantagens em relação àqueles que preferem fazer todas as suas apostas em casinos territoriais ou estabelecimentos de jogo locais. Estas são alguns dos bons motivos pelos quais devemos começar a jogar através da Internet:
Melhores promoções: ao contrário do que acontece com os casinos territoriais, os casinos online oferecem promoções especiais aos seus clientes. De modo a se destacarem da concorrência, os maiores serviços do género oferecem bónus de inscrição e depósito a novos jogadores. Além disso, as máquinas de jogo e torneios de poker online têm normalmente margens de lucro bastante superiores àquelas que se registam nos casinos tradicionais.
Maior versatilidade: por estarem disponíveis a qualquer momento e à distância de um mero clique, os jogos dos casinos online oferecem melhor versatilidade aos jogadores, que podem assim determinar de forma controlada quanto tempo pretendem despender a jogar e exactamente em que moldes o pretendem fazer.
Desafios para todas as carteiras: outra das vantagens de jogar online diz respeito ao impressionante número de diferentes mesas de jogo e máquinas disponíveis. Enquanto que num tradicional casino pode ser complicado estar à altura dos restantes apostadores, nos casinos online qualquer aposta – independentemente do valor – é sempre bem vinda.


15/03/2020
Compartilhe no Facebook