web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Os deputados que estão na Comissão Parlamentar de Economia e ligados a interesses privados de forma muito ativa


Paulo de Morais teceu duras críticas aos deputados que além de serem deputados estão numa comissão parlamentar e ainda à frente de empresas com claro interesse económico.

Foi com “vergonha” e “revolta” que Paulo de Morais se dirigiu aos cidadãos no Facebook. A publicação de hoje tem apenas algumas horas mas já correu muito, tendo já centenas de partilhas.

Paulo de Morais fez ainda várias questões que parecem estar sem resposta: “Estes senhores defendem o interesses nacional ou os interesses privados das empresas a que estão profissionalmente ligados? Como têm tempo para acompanhar as empresas e o seu trabalho parlamentar? Que anda o Presidente do Parlamento a fazer para não detectar esta vergonha? E a sub-comissão de Ética do Parlamento ainda existe? E quem permite esta promiscuidade, este conflito de interesses, real e permanente? O tráfico de influências institucionalizou-se, a Democracia definha.”

Eia s lista dos deputados referida por Paulo de Morais:

“António Topa (PSD, Empri, Empreendimentos Imobiliários, S.A.), Emídio Guerreiro (PSD, Garcia, Garcia S.A.), Fátima Ramos (PSD, Hotel Parque Serra da Lousã), Hortense Martins (PS, Associação dos Hoteis de Portugal), Joel Sá (PSD, Edibarcelos, S.A.), Hugo Pires ( PS, CRIAT), Paulo Rios de Oliveira (PSD, ENOFORUM – Comércio e Exportação de Vinhos, S.A.), Luís Moreira Testa (PS, Fundação Renal Portuguesa), Pedro Coimbra (PS, Delta 2014 – Investimentos e Consultoria). Há mais! Mais empresas, alguns outros deputados, como Pedro Mota Soares (CDS), são advogados e defendem interesse de todo o tipo de empresas!”

 

Podes consultar o post original no Facebook de Paulo de Morais:

 


23/06/2019
Compartilhe no Facebook