web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

“Pedofilia não mata ninguém, mas isto mata” diz padre em declarações sobre o aborto


Um padre resolveu discursar sobre um tema que provavelmente não tinha lá muito conhecimento. Acabou a virar “anedota” mundial, pelas barbaridades que disse.

O reverendo Richard Bucci virou quase uma anedota, ao afirmar que a “pedofilia não mata ninguém, mas isto mata”.

“De acordo com os ensinamentos da Igreja Católica por 2000 anos, os seguintes membros da legislatura não podem receber a Santa Comunhão, assim como todos os responsáveis do estado de Rhode Island, bem como os membros do Congresso de Rhode Island”, lê-se no panfleto. Mais tarde, em entrevista à estação de televisão WAJR, Richard Bucci clarificou ainda mais a sua tomada de posição e estendeu a polémica aos abusos sexuais perpetrados por elementos da Igreja Católica: “A pedofilia não matou ninguém, isso sim [aborto]”.

O Bombeiros24 noticiou a situação e publicou o vídeo da entrevista ao padre:

 

Ainda de acordo com a mesma fonte, “o padre norte-americano deixou uma lista no folheto mensal da paróquia, onde proíbe 44 políticos de comungar e de exercer algumas funções nas celebrações religiosas, como ser padrinho ou ler a liturgia em casamentos e funerais. Porquê? Porque os 44 legisladores mostraram-se favoráveis à Lei da Privacidade Reprodutiva (aprovada no ano passado), que prevê que o Estado não deve negar ou interferir no direito da mulher em escolher ter um filho ou abortar”.

 


14/02/2020
Compartilhe no Facebook