web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Portugueses em lista de alvos do Estado Islâmico

Share on Pinterest
Um grupo de hackers associado ao grupo terrorista divulgou na internet os dados pessoais de mais de quatro mil pessoas. Entre eles estão sete cidadãos nacionais. Autoridades já estão a acompanhar o caso.

O grupo de hackers pró-Estado Islâmico, United Cyber Caliphate, divulgou no seu canal do Telegram uma lista com os dados pessoais (nomes, emails, moradas e telefones) de 4.681 pessoas originárias de 84 países – entre elas, sete portugueses. A acompanhar a base de dados, seguia a mensagem: “Oh lobos individuais espalhados pelo mundo, matem a Cruz onde quer que a encontrem (…) Matem-nos. Vingança para os Muçulmanos”.

 

Apesar de a divulgação das chamadas “kill lists” se ter tornado uma prática habitual por parte de grupos ligados, directa ou indirectamente, ao autoproclamado Estado Islâmico, esta foi a primeira vez que foram divulgados dados pessoais de cidadãos portugueses. Uma situação que já está a ser acompanhada pelas forças e serviços de segurança. “Só o simples facto de terem sido incluídos nomes nacionais é um motivo de preocupação que tem de ser analisado”, diz à SÁBADO uma fonte dos serviços de informações ligada à investigação do fenómeno jihadista.

 

Relacionado: Daesh tem grupo que planeia ataques a Portugal

 

Fonte: Sábado

Share on Pinterest

07/07/2016
Compartilhe no Facebook