web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Prosegur exige 400€ a desempregados para terem formação e começar a trabalhar

Recebemos este testemunho sobre uma prática inaceitável pela parte da multinacional de segurança Prosegur que faz negócio com o recrutamento de desempregados:

“Fui à sessão de recrutamento da prosegur para vigilante aeroportuário, com muitas pessoas presentes, depois levamos uma injeção da história da Prosegur que é uma empresa estável blá blá blá, de repente no meio da conversa pediram 300 euros às pessoas presentes para entrar na formação e depois teriam de pagar 100 e tal euros para processos administrativos e documentos. Ficou tudo surprendido, porque o anúncio diz que a formação é gratuita e não acho justo desempregados a terem de andar a pagar formações para depois ir trabalhar. A prosegur tem um contrato milionário com o aeroporto e podia perfeitamente oferecer essas formações e não fazer publicidade enganosa como diz o anúncio.”

O anúncio em questão pode ser visto aqui.

capturar2

 

Fonte: Precários


21/07/2017
Compartilhe no Facebook