web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

PS e BE recusam estar num debate televisivo porque André Ventura estava presente


Isto parece quase uma birra de tão inacreditável que é. Nunca em democracia isto se tornou tão acentuado: estes partidos faltaram a um debate porque André Ventura estava presente.

Ana Leal estava a fazer um programa sobre imigração, discriminação e xenofobia. Mas quando começou o programa, frisou algo muito interessante e que demonstra a falta de democracia (ou a “birra”, como referimos à pouco) em que vivemos:

“… convidamos o Partido Socialista e o Bloco de Esquerda para estarem aqui em estúdio. Enviámos também convites a personalidades destes partidos. Nenhum aceitou por se recusarem estar num debate onde também participa o deputado André Ventura do partido Chega. Bernardo Coelho co-autor do estudo sobre bullying laboral era outro dos convidados que já estava confirmado. Acabou por desistir pelo mesmo motivo”.

Já não é a primeira vez que Ana Leal se dá bem com estas pressões e decidiu não ceder a elas.

Continuou dizendo que “o Programa Ana Leal não cede a qualquer tipo de pressão. André Ventura foi eleito deputado democraticamente, tem muito a dizer sobre a emigração, e tanto eu como o jornalista André Carvalho Ramos cá estaremos para lhe colocar as perguntas que se impõem fazer”.

No fim, ainda rematou aquilo que é a mais importante parte da opinião de Ana Leal: “E num regime democrático, era suposto que deputados eleitos quisessem discutir livremente e sem condicionalismos um tema importante como este”.

Parece que estamos perante um medo de discutir com o André Ventura ou outra coisa ainda pior: fazerem uma birra dando mais tempo de antena a André Ventura, ou seja, fazendo o oposto do que eles querem.

Pode ainda haver outa explicação, que desconhecemos.

O que achas que aconteceu? Achas que deputados, pagos com o nosso dinheiro, deviam fazer isto?

Tu decides, nos comentários.

Caso queiras ver as declarações de Ana Leal, podes consultar o vídeo aqui:


22/12/2019
Compartilhe no Facebook