web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Rui Pinto: “Fiz simplesmente o meu dever como cidadão”


Rui Pinto, dono do Football Leaks, partilhou a partir da prisão uma carta que se está a tornar viral. Diz que fez apenas o papel e o dever dele enquanto cidadão de Portugal ao expor as situações que expôs.

As revelações de Rui Pinto, embora tenham demorado, efetivamente criaram algo em Portugal:  buscas recentes a clubes de futebol.

No entanto, demoraram a conseguir acreditar nas informações de Rui Pinto, infelizmente.

Ana Gomes revelou uma carta, que afirma ser de Rui Pinto, onde ele expõe os seus pontos de vista.

“Como cidadão fiz simplesmente o meu dever ao ajudar a expor este e outros crimes, e mesmo sabendo de antemão da primitiva perseguição de que os denunciantes em Portugal, voltaria a fazê-lo”, escreve Rui Pinto.

De acordo com o jornal Publico, tudo indica que a mensagem não foi escrita após as buscas aos clubes de futebol, mas sim antes. A ex-deputada Ana Gomes iria participar numa conferência sobre corrupção no futebol, mas devido à recente situação do COVID-19, foi cancelada.

Na carta pode-se ainda ler que “O Luanda Leaks é o exemplo mais recente de que os denunciantes e o jornalismo de investigação são essenciais para a nossa democracia. Durante ambos, e apesar dos constantes alertas de que Portugal se tornara numa plataforma de lavagem de dinheiro da cleptocracia angolana, as autoridades judiciárias e de regulação nada fizeram”, acusa o denunciante.

A mensagem, escrita por Rui Pinto, pode ser lida aqui:


06/03/2020
Compartilhe no Facebook