web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Sócrates sai de restaurante de luxo sem pagar a conta

José Sócrates jantou com um ex-ministro do Brasil num dos restaurantes mais caros do Rio de Janeiro, mas saiu sem pagar a conta

O antigo primeiro-ministro português e um ex-ministro do Governo brasileiro saíram de um dos restaurantes mis caros do Rio de Janeiro – o Fasano – sem pagar a conta, e a revelação foi feita através de uma escuta realizada a Paulo Lalanda e Castro, ex-administrador da Octapharma e arguido na Operação Marquês, assim como José Sócrates.

De acordo com o Correio da Manhã, terá sido o empresário a contar a Sócrates que foi o dono do restaurante que lhe ligou.

“Paulo Castro diz que quer contar uma coisa hilariante…apanhou o susto da vida, diz que recebeu um telefonema esquisitíssimo do Brasil a dizer que um ex primeiro-ministro de Portugal e dois brasileiros, um deles ministro do Brasil (Temporão), tinham estado a jantar no Fasano, no Rio de Janeiro, e saíram sem pagar a conta. Paulo Castro brinca, a dizer que pensava que era a imprensa…’pensava que era o Correio da Manhã’. José (Sócrates) Pinto de Sousa diz que foi convidado pelo Temporão, e que achou que estava pago. Paulo diz que não…José Pinto de Sousa pergunta se já está pago e Paulo Castro confirma, mas diz que nem sabem como chegaram a ele…diz que era o dono do Fasano a dizer que não pagaram a conta…comentam que Temporão é um artista”.

A escuta foi feita no dia 2 de outubro de 2014, antes da detenção de Sócrates, e acabou por não ser percetível quem terá pago a conta do jantar.

Fonte: SOL


21/07/2017
Compartilhe no Facebook