web analytics

tuga.press

As principais notícias do dia estão aqui.

Tribunal deixa incendiário em liberdade

Share on Pinterest

O arguido já tinha sido julgado e condenado, ainda este ano, pelo mesmo crime.

O juiz de instrução criminal do Tribunal de Braga deixou hoje em liberdade um carpinteiro de 34 anos detido pela Polícia Judiciária (PJ) pela presumível autoria de um crime de incêndio florestal nos arredores daquela cidade, informou fonte policial.

A fonte disse à Lusa que o arguido ficou sujeito à medida de coação de apresentações diárias em posto policial. Segundo a PJ, o arguido já tinha sido julgado e condenado, ainda este ano, também pela prática de crime de incêndio florestal ocorrido na mesma zona.

Nesse julgamento, foi-lhe aplicada pena de prisão, suspensa na sua execução.

Os factos que levaram a esta nova detenção ocorreram durante a tarde de domingo, quando o arguido, depois de deambular de carro por vários locais, “terá ateado fogo, com um cigarro, a um monte, composto essencialmente por eucaliptos, com habitações e fábricas nas suas proximidades”.

Estas construções, segundo a PJ, “não sofreram qualquer tipo de danos devido à pronta intervenção dos bombeiros”.

No entanto, arderam mais de 50 hectares de floresta. O suspeito está também indiciado pela autoria de vários incêndios de ecopontos na cidade de Braga, registados desde 2015.

 

Fonte: CM

Share on Pinterest

10/08/2016
Compartilhe no Facebook